Quem somos?

A ALSAPEM surgiu em 2018 pela necessidade de representar os afetados pela EM no Litoral Santista. Buscamos agir em duas frentes, a voltada para a população em geral, e a que atende nossos associados, focados nos que possuem esclerose.

Voltados para a população em geral, temos trabalhos de conscientização e integração, não apenas panfletando, mas também participando e organizando eventos públicos, atingindo os grupos sociais e comunidades mais diversas.

Nosso enfoque vem nas ações para e com a pessoa com EM, promovendo uma série de ações como:

1. Acolhimento: por ser uma doença rara e de baixo conhecimento,

o recém-diagnosticado se vê perdido, sozinho e sem esperanças de

uma vida "normal", nesse momento é importante estar perto e mostrar

que juntos somos mais fortes

2. Reuniões Mensais: promovemos encontros e socializações ​entre portadores, muitas vezes acompanhadas de palestras

3. Eventos de Inclusão: facilitando o contato dos mais afetados com o mundo, proporcionando experiências novas ou há muito perdidas

Conheça nossos projetos:

Reuniões Mensais

Promover encontros entre portadores é importante para que se construa uma identidade coletiva e facilitar a socialização entre pessoas que enfrentam as mesmas situações.

O compartilhamento de experiências por meio de um blog dá espaço aos portadores se expressarem e compartilharem sua visão de mundo, é um bom jeito dos escritores compartilharem suas angústias, felicidades, dificuldades... e dos leitores se identificarem e compreenderem como é a vida com Esclerose Múltipla

Eventos Sociais Inclusivos e Culturais

Esporadicamente, a presença de eventos variados eleva a autoestima dos portadores, por possibilitar atividades em grupo que podem ser efetuadas por todos, quebrando a monotonia e proporcionando novas experiências a quem possui mais dificuldade de promovê-las

Políticas Públicas

Em parceria com o Conselho Estadual de Saúde, a ALSAPEM em conjunto com outros Delegados da Saúde vem elaborando a instalação de um Centro de Referências na região, agregando uma equipe multidisciplinar disposta e capacitada à receber os portadores de EM da região.

Please reload